Durante o fim de semana o Jockey Club de Pelotas realizou a 78º edição do festival Grande Prêmio Princesa do Sul, um dos eventos turfísticos mais conceituados do sul do país.

alt

Visitantes de vários estados e autoridades dos Hipódromos de São Paulo e Porto Alegre prestigiaram o evento que iniciou no sábado, com cinco páreos, e encerrou no domingo, principal dia do festival.
Na tarde de sábado, início do evento, os destaques foram os jóqueis de Porto Alegre que venceram quatro provas das cinco que foram realizadas: no primeiro páreo J. A. Rodrigues comandando Cuore di Ragazza, no segundo C. Macedo pilotando Jogo do Bem, no terceiro o jóquei B. Santos com o animal Cautivo e no quarto páreo C. Farias comandando Velvet Success. O único pelotense a vencer uma prova no primeiro dia do festival foi o jóquei P. San Martin com a Madame da Noite, égua de três anos, filha de Mensageiro Alado e Moon Star por Notation, propriedade e criação do Haras Tapete Verde e treinada por R. G. Silva.
No domingo o evento iniciou pela manhã com dois páreos, cujos vencedores foram: Cebolla Queen, sob o comando do jóquei M. Barreto e Dubai Grande, pilotado por D. R. Freitas. Já nos páreos da tarde, o jóquei E. Lima, de Porto Alegre, destacou-se por vencer duas provas, sendo uma delas a principal do evento, o GP Princesa do Sul – Extremo Sul. No terceiro páreo, com o animal Garrinha, Lima conquistou o Grande Prêmio Câmara Municipal de Pelotas e repetiu o feito na quinta prova vencendo, com o animal Northland, a 78º edição do Grande Prêmio Princesa do Sul – Extremo Sul. Os jóqueis J. E. Rosa (pilotando Baadass) e D. R. Freitas (comandando Esfinge Prateada), ganharam o quarto e sexto páreo, respectivamente.
Northland, vencedor do Grande Prêmio Princesa do Sul 2015, tem 04 anos, é filho de First American e India Peregrina por Ghadeer, criado por Paulo Neri de Lima Bergamo, propriedade de Carlos Alberto M. Duro e treinado por G. Carvalho.

 

Ocorrências Veterinárias - 21ª reunião (18/04/2015):

3º Páreo:

  • First Mc Coy: Aumento de volume no boleto do membro anterior esquerdo.

5º Páreo:

  • Black Leopard: Apresentou claudicação do membro posterior esquerdo.

Ocorrências Veterinárias - 22ª reunião (19/04/2015):

1º Páreo:

  • Super-Latino: Ruptura do tendão do membro anterior esquerdo.

2º Páreo:

  • Principe Dubai: Apresentou claudicação do membro anterior direito.

6º Páreo:

  • Heroi do Sertão: Apresentou lesão no sistema músculo-esquelética (forfait veterinário).
 

Livro de Ocorrências - 21ª reunião (18/04/2015):

1º Páreo: O jóquei M. B. Souza (poa) (Mestre Haragano) declarou que seu conduzido se negou para fazer as curvas, não podendo exigir. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

1º Páreo: O jóquei C. Farias (poa) (Madame do Astral) declarou que sua conduzida procurava para fora na reta final, prejudicando seu desempenho. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

3º Páreo: O jóquei L. Gouvea (First Mc Coy) declarou que logo após a partida, o animal Girondino (L. M. Silva) correu de golpe para dentro, prejudicando seu conduzido. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

3º Páreo: O jóquei S. Moraes (Hals) declarou que logo após a partida, o animal Girondino (L. M. Silva) correu de golpe para dentro, prejudicando seu conduzido. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

3º Páreo: O jóquei C. Farias (poa) (Free to Win) declarou que logo após a partida, o animal Girondino (L. M. Silva) correu de golpe para dentro, prejudicando seu conduzido. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

4º Páreo: O jóquei Z. M. Rosa (poa) (Market Corner) declarou que apesar de exigido, seu conduzido não correspondeu ao esperado.

5º Páreo: O jóquei L. Gouvea (Tutugay) declarou que na altura dos 300 metros, o animal Madame da Noite (P. San Martin) correu para dentro, tendo que sofrear seu conduzido. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

5º Páreo: O jóquei G. Ferreira (Don Pepe Del Sur) declarou que seu conduzido procurava para dentro desde a partida, prejudicando seu desempenho. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

Livro de Ocorrências - 22ª reunião (19/04/2015):

1º Páreo: O jóquei Z. M. Rosa (poa) (Rei do Seival) declarou que apesar de bem posicionado, seu conduzido negou-se a largar.

3º Páreo: O jóquei C. Farias (poa) (Made-in-Bage) declarou que logo após a partida, o animal Garrinha (E. Lima) correu para dentro e o animal Telmo Velox (J. A. Rodrigues) correu para fora, tendo que sofrear seu conduzido, sobrando para último. Fora isto, haveria obtido melhor colocação.

3º Páreo: O jóquei E. Lima (poa) (Garrinha) declarou que os animais de fora correram para dentro, fazendo com que seu conduzido prejudicasse os animais de dentro.

3º Páreo: O jóquei J. A. Rodrigues (poa) (Telmo Velox) declarou que seu conduzido pulou para fora na partida, sendo corrigido.

6º Páreo: O jóquei C. Farias (poa) (Bueno de Pata) declarou que logo após a partida, o animal Esfinge Prateada (D. R. Freitas) correu de golpe para dentro sem ser corrigido, prejudicando seu conduzido.

6º Páreo: O jóquei C. Farias (poa) (Bueno de Pata) declarou que na altura dos 600 metros finais, os animais de fora correram para dentro, ficando sem passagem, tendo que sofrear seu conduzido.

 

DELIBERAÇÕES 021 e 022-2014/2015
REUNIÃO DA COMISSÃO DE CORRIDAS EM 20 DE ABRIL DE 2015
REFERENTE ÀS CORRIDAS DOS DIAS 18 E 19 DE ABRIL DE 2015

1. Proibir de inscrever os animais: Life Gold e Heroi do Sertão pelo período de sete dias, por apresentação do “forfait veterinário”, conforme art. 23 do Apêndice ao C. N. C.

2. Suspender por 30 dias o jóquei J. Mattos por não cumprir compromissos de montaria, conforme art. 61 - letra “d” do C. N. C.

3. Deixar de punir o aprendiz de 4ª categoria L. M. Silva (Girondino), por prejudicar competidores após a largada (art.140), por se tratar de sua primeira infração.

4. Convocar o treinador J. M. Barreto para comparecer na secretaria do Jockey Club às 17 horas do dia 27 de abril de 2015 (segunda-feira).